sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Bom Ano Novo!

Caros amigos desejo-vos um excelente ano novo, que tudo o que desejam se realize.
Espero poder postar novas fotografias todos os dias no próximo ano e continuar a aprender mais sobre este mundo, que mais do que uma paixão é uma das formas que encontrei para me expressar. Nessa aprendizagem espero poder continuar a visitar e trocar impressões com todos vós que me tem acompanhado e espero que o meu blog se torne mais participado.

Um óptimo 2011 e que continuemos a partilhar os nossos olhares :-)

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Cada Homem é uma Raça

"Acendemos paixões no rastilho do próprio coração. O que amamos é sempre a chuva, entre o voo da nuvem e a prisão do charco. Afinal, somos caçadores que a si mesmo se azagaiam. No arremesso certeiro vai sempre um pouco de quem dispara."

Mia Couto

sábado, 25 de dezembro de 2010

Antíteses...

Ao lado da cidade do Vaticano é comum encontrar várias pessoas sentadas ou prostradas sobre o passeio pedindo esmola. Não deixa de ser irónico que a alguns metros esteja um local com tantas riquezas acumuladas.
O centro da cristandade há muito que se afastou do discurso de Jesus Cristo... quem tenha lido o "Elogio da Loucura" de Erasmo de Roterdão, acompanhado um pouco da História da Igreja ou simplesmente visitado os museus do Vaticano, seja cristão ou não, a menos que totalmente conformista, não deixará de se perguntar como é que é possível que tamanho luxo e ostentação possam conviver com os ideais do catolicismo?
Isso sempre me fez confusão... não me pode deixar simplesmente indiferente visitar museus onde figuram centenas de pluviais de bispos e cardeais feitos dos mais ricos materiais, bordados a ouro e tingidos a púrpura ao lado de material litúrgico feito em ouro, prata e incrustações de pedras preciosas... enquanto ouço discursos simultâneos de dever cristão de ajudas aos pobres e carenciados, (que só por acaso são banidos e proibidos de entrar dentro das muralhas da cidade), ouço discursos que não são mais do que incentivos a um genocídio em  massas... como um chefe religioso chegar a um continente completamente destruído onde milhares de pessoas estão infectadas com HIV e diga que a Igreja se opõe ao uso do preservativo... (este último pequeno "recuo" peca e muito em ser tardio).
Não sei, nem compreendo que moral tem a própria Igreja para definir a moral das pessoas, mas já que ainda tem tanto poder sobres elas ao menos que deixem de lhes inflamar os ouvidos com falsos argumentos moralistas pondo em causa a saúde de milhares e milhares de pessoas...

Esta é a minha mensagem de Natal um simples apelo à reflexão!
Se quisermos tornar o mundo um local melhor, basta de indiferença e alienação ao que se passa à nossa volta! Temos de mudar mentalidades!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Vaca "sagrada"...

Uma vaca numa aldeia junto à cidade subterrânea de Derinkuyu - Capadócia (Turquia)
Uma das coisas mais interessantes desta viagem foi acordar as 5h da manhã a ouvir o mueslim a chamar para a oração do alto do minarete. E passar pelas várias cidades e aldeias e ver que invariavelmente em todas,  mesmo nos locais mais pequenos e remotos, há uma imagem que se repete, a mesquita e os minaretes. Para quem como eu teve uma disciplina chamada Civilização Islâmica aquele acordar soube a História...

Drakulya



Depois de acabar de ler um fantástico livro sobre Vlad Tepes da Transilvânia, que relatava uma data de factos históricos interessantíssimos e me fez percorrer nos últimos dias os caminhos da Roménia, Hungria, Turquia, Bulgária... esta música está simplesmente feita a medida do conde Drácula.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Folhas caídas...

Um banco coberto de folhas no Jardim da Estrela - Lisboa (Portugal)

A fotografia não está muito diferente da original, apenas lhe acrescentei uma focagem suave, para lhe dar uma atmosfera ao jeito do "Romantismo" do século XVIII. Já que o banco, as folhas caídas e o candeeiro me fazem lembrar das pinturas e das poesias desse movimento.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Chaminés-de-fada

Chaminés-de-fada - Vale de Goreme (Turquia)

Piriquito-de-colar

Piriquito de colar "psittacula krameri" (juvenil) - Lisboa (Portugal)
Os piriquitos de colar são aves exóticas, da família dos papagaios, que actualmente nidificam em Portugal. Sendo provavelmente resultado de fugas de cativeiro ou de libertações deliberadas.
São facilmente identificáveis pelo barulho estridente que fazem e também pela silhueta tão distinta da maior parte da avifauna portuguesa.
Caracterizam-se pela sua tonalidade verde, bico vermelho, cauda longa e pela exibição de um "colar" a preto nos machos adultos. 

A sua área de reprodução é bastante localizada, sendo conhecidos alguns bandos que habitualmente frequentam o Jardim da Estrela e os Jardins dos Museus da Gulbenkian em Lisboa.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Contacto

Tartaruga "pseudemys concinna hieroglyplica" - Miranda do Corvo (Portugal)

Look at Me...

Melro preto (fêmea) "tordus merula" - Lisboa (Portugal)

Sombras de luz

Praia da Mexilhoeira - Torres Vedras (Portugal)
 

Ironia do destino

“O ser humano jamais voará, porque voar foi reservado para os anjos.”
Bispo Milton Wright, pai dos irmãos Wright

sábado, 4 de dezembro de 2010

Almirante Vermelho Europeu

Borboleta Almirante Vermelho Europeu (vanessa atalanta) da família Nymphalidae - Miranda do Corvo (Portugal)





Esta borboleta pode ser encontrada em regiões temperadas da Europa, Ásia e América do Norte.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Mundo

"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer"
Albert Einstein  

Blue eyes...

Uma gata, Miranda do Corvo (Portugal)

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Imensidão

Esta é a vista de um dos meus sítios preferidos desta cidade - Miradouro de Santa Luzia, Lisboa (Portugal)

Voar!

Lago de Bracciano - Lázio (Itália)



"Nunca se pode concordar em rastejar, quando se sente ímpeto de voar" - Helen Keller

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

The look

Rola do Mar (adulta) - Estoril (Portugal)

Auto-conhecimento

"Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti"

Friedrich Nietzsche

domingo, 10 de outubro de 2010

Quentes e boas!

























Castanhas assadas numa rua junto a Piazza di Spagna - Roma (Itália)

Já se sente o Outono, as noites estão mais frias, a chuva que se ouve lá fora insiste em regar os nossos dias... as árvores começam a despir a sua camisa de Verão e embalam com ternura o canto dos melros e dos pardais que teimam em sorrir nestes dias... mesmo os mais cinzentos.
O assobio do vento trás o cheiro da terra molhada, o cheiro a urze, a pinheiro e a Natal...
Acendem-se as primeiras lareiras, anoitece e a lua esconde-se por entre nuvens tristonhas, ao som de corujas e mochos.
Comem-se castanhas, trocam-se recordações à fogueira, bebe-se jeropiga e os dias correm como folhas caídas...